Mandi 6 a 7 cm

Código: 7092

Marca: Loja Modelo: Pimelodus maculatus

Avaliação: 0 Comentário(s)
Na compra desse produto ganhe 25 pontos RsDiscus

Por:
R$ 25,00

Apenas R$ 22,50 à vista com desconto
/8

Simulador de Frete
- Simulador de Frete

Nome Popular: Mandi, Mandi-Amarelo, Mandi-Chorão e Surubim-Bagre.
Nome Científico: Pimelodus maculatus.
Origem: Sua espécie é distribuída por todo o Brasil, encontrada na Amazônia e em todas as Bacias hidrográficas brasileiras. 
Sociabilidade: sozinho ou grupo.
pH: 6.5 a 7.0
Temperatura: 20 a 28ºC
Dureza da água: Branda a média
Manutenção: Fácil
Tamanho adulto: Aproximadamente 40 cm

O Mandi é um peixe de couro. Suas nadadeiras possuem manchas negras e pequenas, com esporões farpados (com muco tóxico) nas nadadeiras peitorais e dorsal. Tem o corpo alongado a ligeiramente comprimido, alto, no início da nadadeira dorsal, afunilando em direção à cabeça e à nadadeira caudal. Sua cabeça é cônica com os olhos situados lateralmente. Os barbilhões maxilares ultrapassam a metade do corpo. Possui coloração parda, na região dorsal, passando para amarelada nos flancos e branca no ventre com uma linha escura no dorso. Apresenta 3 a 5 séries de grandes manchas escuras ao longo do corpo. É uma espécie de porte médio, chegando a alcançar 40 cm de comprimento e peso de até 3 Kg


Alimentação: É um peixe omnívoro, alimentando-se de larvas bentônicas de insetos, algas, moluscos, peixes e fragmentos de vegetais.

Dica RsDiscus: As seguintes rações atendem às necessidades alimentares desta espécie – Toda ração para peixes de fundo (que afundam) Lembre-se sempre de alternar as rações para oferecer uma dieta rica e variada!

Veja as rações indicadas nos catálogos abaixo:

Rações Tetra

Rações Sera

Rações JBL


Comportamento:  São pacíficos e vivem em grupos, é recomendado sempre manter no mínimo duas fêmeas para cada macho – sendo três ou quatro o número ideal. Leve a moderada agressividade com peixes menores.

Reprodução: O período reprodutivo do Mandi coincide com a época mais quente e chuvosa do ano. Depois que os filhotes nascem, não cuida mais da prole. Prefere desovar em pequenos afluentes. Daí a importância de se manter seu habitat intacto.

Tamanho mínimo do aquário: 200 litros para um comunitário.

É extremamente importante o monitoramento dos parâmetros da água, para isto são recomendados os testes periódicos de pH, GH, KH, Amônia, Nitrito e Nitrato. Existem produtos que testam certos parâmetros constantemente, sem que o aquarista necessite fazê-los a toda hora e que permitem um monitoramento 24 horas, são eles o Seachem Ammonia Alert e Seachem pH Alert – ambos disponíveis em nossa área de “Medicamentos e Testes” Todos os outros testes químicos também podem ser encontrados na mesma área supracitada do site.

Igualmente importante é a manutenção constante da temperatura da água para evitar quedas bruscas que podem levar à debilitação do sistema imunológico do animal e ao surgimento de doenças. Esta manutenção é atingida com o auxílio de aquecedores e/ou termostatos – sendo  os últimos mais recomendados, por possuírem um mecanismo que controla a temperatura evitando assim o aquecimento excessivo da água do aquário – e  ela é monitorada utilizando-se termômetros que podem ser tanto internos quanto externos. Acessando a nossa área intitulada “Temperatura” você encontra várias opções de termômetros, aquecedores e termostatos.

É iniciante e não sabe como montar um aquário?  Em nossa aba de “Downloads” existem vários textos para lhe informar ainda mais sobre este maravilhoso hobby.

Tem dúvidas sobre a quantidade de substratos, de peixes, o aquecedor ideal, a vazão do filtro, iluminação, litragem do aquário? Não deixe de aproveitar os Cálculos RsDiscus e sanar estas questões!

 


Fontes consultadas:
Fishbase
Seriously Fish
Aqua-Fish

Características



Deixe seu comentário e sua avaliação