Paraiso Albino 3 a  5cm

Código: 2283

Marca: Loja

Avaliação: 0 Comentário(s)
Na compra desse produto ganhe 8 pontos RsDiscus

Por:
R$ 8,00

Apenas R$ 7,20 à vista com desconto
/97

Simulador de Frete
- Simulador de Frete

Nome Popular: Peixe Paraíso, Peixe Paraíso Albino, Paradise Fish, Roundtail Paradise Fish

Nome Científico: Macropodus opercularis, Linnaeus, 1758

Família: Osphronemidae

Origem: Leste Asiático

Sociabilidade: Casal ou sozinho

pH: 6.0 a 7.4

Temperatura: 20 a 26ºC

Dureza da água: mole a média

Expectativa de vida: Cerca de 2 a 5 anos

Manutenção: Média

Tamanho adulto: Aproximadamente 8 a 10 cm.

 

Alimentação: Onívoro, para incentivar a reprodução e manter seu peixe saudável e com belas cores é recomendado oferecer alimentos vivos e fontes de proteína vegetal para o complemento da dieta.

Dica RsDiscus: As seguintes rações atendem às necessidades desta espécie – JBL Novo Bel, JBL Novo Bits, JBL Novo Color, JBL Novo Grano Color, JBL Novo Grano Mix, JBL Novo Grano Vert, JBL Premium Gala, JBL Premium Grana, Sera Granulat Menu, Sera Vipan, Sera Floken Menu, Sera Flora, Sera Granugreen, Sera GVG-Mix, Tetra Color Tropical Crisps, Tetra Color Tropical Flakes, Tetra Color Tropical Granules, Tetra Min Pro Tropical Crisps, Tetra Min Tropical Crisps, Tetra Min Tropical Flakes, Tetra Min Tropical Flakes Plus, Tetra Min Tropical Granules, Tetra Veggie. Lembre-se sempre de alternar as rações para oferecer uma dieta rica e variada!

Veja as rações indicadas nos catálogos abaixo:

Rações Tetra

Rações Sera

Rações JBL

Dimorfismo sexual: O macho apresenta coloração intensa no corpo inteiro, com as nadadeiras maiores e mais pontudas. Importante: estas características aparecem em peixes no final do estágio juvenil e em adultos, a diferença sexual entre filhotes é mais difícil de ser observada.

Comportamento:  São agressivos com os da mesma espécie, semelhantes e peixes menores (que podem acabar virando alimento) e relativamente pacíficos com os demais.

Reprodução: Fecundação externa, o macho cria um ninho de bolhas para abrigar os ovos durante o seu desenvolvimento. Ele persegue a fêmea em busca de uma oportunidade para a fecundação e a envolve no chamado "abraço nupcial", típico da reprodução entre anabantídeos. Depois da cópula, a fêmea libera os ovos, que são fecundados pelo macho.

A fêmea deve ser separada logo após a liberação dos ovos e o macho fica cuidando da cria, ele recolhe os ovos com a boca e os leva um a um para o ninho de bolhas que construiu junto à superfície d' água. É recomendado o uso de plantas flutuantes no aquário para ajudar na manutenção do ninho e que os filhotes possam se esconder entre suas raízes posteriormente. Os ovos demoram de 2 a 4 dias para eclodir e o macho pode ser mantido junto por mais alguns dias até que os filhotes apresentem nado livre ou então ser retirado antes mesmo disso, cabe ao aquarista decidir.

Pode-se oferecer rações específicas para alevinos de ovíparos e alimentos vivos como infusórios, microvermes, náuplios de artêmia, conforme os filhotes forem crescendo alimentos vivos de maior porte podem ser oferecidos. Procure usar filtro interno de espuma ou então colocar perlon na entrada de água do filtro externo para evitar sugar os filhotes, quando em aquários próprios para reprodução, lembrando de movimentar o menos possível a água.

Tamanho mínimo do aquário: 80 litros.

Outras informações: O aquário ideal não deve possuir a água muito movimentada, dê preferência também a muitas plantas flutuantes para ajudar a atenuar a luminosidade. Apesar da espécie possuir o chamado "labirinto"  que permite com que retirem oxigênio diretamente da atmosfera, é indispensável o uso do filtro no aquário, pois além do peixe não respirar apenas o oxigênio atmosférico, o filtro ainda ajuda a manter a qualidade da água.

Estes peixes apresentam sua coloração de forma vívida apenas quando mantidos em ambiente ideal, peixes em situação estressante (baterias de lojas, logo após o transporte, etc) podem apresentar coloração muito pálida, que é facilmente revertida ao ser transferido para um local com parâmetros e necessidades adequadas à espécie.

É extremamente importante o monitoramento dos parâmetros da água, para isto são recomendados os testes periódicos de pH, GH, KH, Amônia, Nitrito e Nitrato. Existem produtos que testam certos parâmetros constantemente, sem que o aquarista necessite fazê-los a toda hora e que permitem um monitoramento 24 horas, são eles o Seachem Ammonia Alert e Seachem pH Alert – ambos disponíveis em nossa área de "Medicamentos e Testes". Todos os outros testes químicos também podem ser encontrados na mesma área supracitada do site.

Igualmente importante é a manutenção constante da temperatura da água para evitar quedas bruscas que podem levar à debilitação do sistema imunológico do animal e ao surgimento de doenças. Esta manutenção é atingida com o auxílio de aquecedores e/ou termostatos – sendo  os últimos mais recomendados, por possuírem um mecanismo que controla a temperatura evitando assim o aquecimento excessivo da água do aquário – e  ela é monitorada utilizando-se termômetros que podem ser tanto internos quanto externos. Acessando a nossa área intitulada "Temperatura" você encontra várias opções de termômetros, aquecedores e termostatos.

É iniciante e não sabe como montar um aquário? Em nossa aba de "Downloads" existem vários textos informativos para lhe informar ainda mais sobre este maravilhoso hobby.

Tem dúvidas sobre a quantidade de substrato, de peixes, o aquecedor ideal, a vazão do filtro, iluminação, litragem do aquário? Não deixe de aproveitar os Cálculos RsDiscus e sanar estas questões!

 

 

Possui alguma dúvida sobre como proceder para aclimatar corretamente seus peixes depois que eles chegarem da loja? Dê uma olhada em nosso vídeo feito especialmente para isto:

 

 

Cinthia Emerich

Fontes consultadas:

FishBase

Seriously Fish

Aqua Fish

Características



Deixe seu comentário e sua avaliação