Aruana Prata Albina 28 a 32 cm

Código: 9290


Avaliação: 0 Comentário(s)
Na compra desse produto ganhe 6.200 pontos RsDiscus

Por:
R$ 6.200,00

Apenas R$ 5.580,00 à vista com desconto
/1

Simulador de Frete
- Simulador de Frete

Aruana Prata Albina

Classificação

Classe: Actinopterygii • Ordem: Osteoglossiformes • Família: Osteoglossidae

Nome binomial: Osteoglossum bicirrhosum (Cuvier, 1829)

Sinônimos: Osteoglossum minus, Osteoglossum arowana, Osteoglossum vandellii, Ischnosoma bicirrhosum

Grupo Aquário: PrimitivosPeixes JumboPredadores

Nomes comuns

Aruanã, Aruanã Prata, Aruaná, Baiano, Carapaná, Macaco d’água, Sulamba

Inglês: Arowana, Arawana, Aruana, Silver arowana, Silver aruana

Distribuição & habitat

América do Sul, bacia do rio Amazonas, Rupununi e Oiapoque. Econtrado no Brasil, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Guiana, Peru

Comumente nada próximo da superfície da água, em meio a raízes e vegetação, a espera de uma presa em potencial.

Ambiente & parâmetros da água

Bentopelágico; água doce • pH: 6.0 – 7.0 • Dureza: 0 – 0 • Clima: tropical; 24°C – 30°C

Tamanho adulto

90 cm (comum: 60 cm) • Estimativa de vida: desconhecido

Manutenção em aquário

Aquário com dimensões mínimas de 200 cm X 60 cm X 60 cm (720 litros) requerido. O comprimento e largura do tanque é de extrema importância para a manutenção da espécie, possuindo bastante espaço para o peixe girar, uma vez que seu corpo não é tão flexível. Deve-se utilizar obrigatoriamente tampas, uma vez que esta espécie é exímio saltador.

É uma espécie pacifica que se limitará a comer peixes menores, poderá ser mantido em aquário comunitário desde que com peixes igualmente pacíficos e de porte grande.

Alimentação

Onívoro (essencialmente carnívoro/insetívoro), em seu ambiente natural alimenta-se de invertebrados aquáticos, ovos, invertebrados terrestres (Arachnida, Coleoptera, Collembola, Dermaptera, Diptera, Hemiptera, Homoptera, Isoptera, Neuroptera), camarões e peixes. Em cativeiro poderá não aceitar alimentos secos, sendo necessário o fornecimento de carnes brancas e alimentos vivos, além de insetos.

Reprodução e dimorfismo sexual

Ovíparo, encubador bucal. Macho irá cortejar a fêmea, movendo-se em estreita proximidade desta. Se for aceito, começarão a nadar em círculos onde a fêmea irá liberar os ovos no substrato e o macho fertilizará em seguida, guardando em sua cavidade bucal logo após. Os machos carregam os ovos e os juvenis em sua boca pelas próximas semanas.

Dimorfismo sexual quase imperceptível, fêmeas adultas normalmente possuem corpo mais arredondado e nadadeira anal ligeiramente mais curta.

Características



Deixe seu comentário e sua avaliação