Mudskipper 6 a 7 cm (NOVIDADE)

Código: 10567

Marca: LOJA

Avaliação: 0 Comentário(s)
Na compra desse produto ganhe 160 pontos RsDiscus

Por:
R$ 160,00

R$ 144,00 à vista com desconto Depósito Bancário
Simulador de Frete
- Simulador de Frete
/4

Mudskipper

Dê a melhor qualidade de vida possível para seu animal de estimação ! 

Antes de comprar pesquise o tamanho de aquário ideal, o pH, o KH, a temperatura e se o animal é compatível com os outros animais que já possui.

Preparamos um e-book gratuito para lhe ajudar a ter o melhor aquário possível:

Clique aqui -> E-BOOK RSDISCUS AQUÁRIOS


 
Nome científico: Periophthalmus barbarus (Linnaeus, 1766)
 
Família: Gobiidae (Gobídeos)
 
Origem: Bastante ampla, ocorre na África, Ásia e Oceania.
 
Sociabilidade: sozinho ou grupos
 
pH: 7.0 a 8.5
 
Temperatura: 24°C a 30°C
 
Dureza da água: dura
 
Expectativa de vida: desconhecido
 
Tamanho máximo: 15 cm
 
Esta espécie vive essencialmente em água salobra quando ocorrente em seu ambiente natural e embora tolere água doce, deverá ser mantido em condições de água salobra, utilize sal marinho para tanto. Uma densidade entre 1005 e 1010 é ideal.
 

Alimentação: Onívoro (essencialmente carnívoro), em seu ambiente natural se alimenta principalmente de artrópodes (insetos, caranguejos, etc) e secundariamente plantas de mangue.

Em aquário poderá demorar para aceitar alimentos secos, devendo ser fornecido alimentos vivos como grilos, moscas, minhocas, besouros, peixes pequenos, bloodworms e artêmias. Eventualmente poderá aceitar filés de peixes e camarões congelados, porém, fornecer aliado aos alimentos vivos.

São peixes curiosos que podem ser facilmente treinados a subir na mão para se alimentar.

Tamanho mínimo de aquário:  Desejável um terrário / paludário de 200 litros — Aquário deverá possuir uma área seca (areia ou rochas empilhadas) e outra com água, podendo adicionar troncos ou rochas que ultrapassem a superfície da água e plantas tolerantes a água salobra como Microsorum por exemplo. Importante a temperatura externa (área seca) ser a mesma da água, devendo ser evitado mantê-lo em temperatura abaixo de 24°C. O aquário deve estar bem tapado para que a umidade do ar se mantenha elevada e a pele dos animais não seque, além de evitar fugas.

 
Reprodução: Ovíparo. Sua reprodução em cativeiro é desconhecida. Em seu ambiente natural os machos cavam ninhos profundos (até 100 cm) onde o ritual de acasalamento e desova ocorre. Fêmeas cuidam dos ovos até eclodirem.

Estes animais apresentam sua coloração de forma vívida apenas quando mantidos em ambiente ideal, gobídeos em situação estressante (baterias de lojas, logo após o transporte, etc) podem apresentar coloração muito pálida, que é facilmente revertida ao ser transferido para um local com parâmetros e necessidades adequadas à espécie.

É extremamente importante o monitoramento dos parâmetros da água, para isto são recomendados os testes periódicos de pH, GH, KH, Amônia, Nitrito e Nitrato. Existem produtos que testam certos parâmetros constantemente, sem que o aquarista necessite fazê-los a toda hora e que permitem um monitoramento 24 horas, são eles o Seachem Ammonia Alert e Seachem pH Alert – ambos disponíveis em nossa área de "Medicamentos e Testes". Todos os outros testes químicos também podem ser encontrados na mesma área supracitada do site.

Igualmente importante é a manutenção constante da temperatura da água para evitar quedas bruscas que podem levar à debilitação do sistema imunológico do animal e ao surgimento de doenças. Esta manutenção é atingida com o auxílio de aquecedores e/ou termostatos – sendo  os últimos mais recomendados, por possuírem um mecanismo que controla a temperatura evitando assim o aquecimento excessivo da água do aquário – e  ela é monitorada utilizando-se termômetros que podem ser tanto internos quanto externos. Acessando a nossa área intitulada "Temperatura" você encontra várias opções de termômetros, aquecedores e termostatos.

É iniciante e não sabe como montar um aquário? Em nossa aba de "Downloads" existem vários textos informativos para lhe informar ainda mais sobre este maravilhoso hobby.

Exemplo de um terrário com Mudskipper:


Alguns peixes indicados para esta espécie: Não devem ser mantidos com peixes de pequeno porte ou agressivos, companheiros ideais são peixes de água salobra de médio porte e pacíficos. Machos são extremamente territoriais entre si podendo eliminar seu rival se o aquário for de pequeno porte. Deve-se criá-lo preferencialmente sozinho, se o aquário possuir bastante espaço poderá mantê-los em grupos de cinco ou mais indivíduos, uma vez que as agressões por território serão dissipadas.


PEIXES COMPATÍVEIS:

1. Sempre planeje seu aquário com peixes de mesmo pH, temperatura, nível de agressividade e tamanho próximo:

- Água ácida (6.0 a 6.8), água neutra (6.8 a 7.2) ou água alcalina (7.2 a 9.0);
- Mesma temperatura (peixes tropicais: 26 a 30 graus C / peixes de água fria: 18 a 26 graus C);
- Misturar animais pacíficos com pacíficos, agitados com agitados, agressivos com agressivos e carnívoros com carnívoros, qualquer combinação diferente, poderá trazer problemas;
- Também misturar animais grandes, médios e pequenos da mesma espécie quase sempre vai ter problemas. Os peixes médios e pequenos terão menos acesso à alimentação do que os grandes e poderão se tornar peixes defeituosos e subnutridos.

 2.  Se verificar na descrição RsDiscus que o animal é territorialista, de agressividade média a alta, planeje comprar todos os animais no mesmo mês e do mesmo tamanho que os habitantes antigos do aquário. Caso compre novos animais para um aquário já habitado há meses ou anos, pode-se tentar as seguintes técnicas:

- Mudar velhos habitantes briguentos para aquário de quarentena ou hospital e deixá-los lá por um mês, modificar a decoração do aquário, mover pedras, troncos e enfeites de lugar, na tentativa de parecer um novo ambiente, colocar os animais novos no aquário antigo. Após um mês juntar todos no mesmo aquário e verificar o comportamento deles nos próximos dias;

- Colocar os mais briguentos em criadeira de tela ou separar o aquário com tela de acrílico, para que possam se ver, mas, sem agressão ou lutas, por um mês ou mais;

- Última alternativa, doar ou trocar o animal estremamente agressivo com um amigo ou com alguma loja do ramo;

3. Se você tem aquário principal com animais grandes e só encontrar pequenos para a compra:

- Pode-se criá-los em aquário quarentena (somente vidro, filtro tipo hang on e termostato) para engorda e crescimento, alimente-os com duas ou mais rações de qualidade (para dar variedade), alimento congelado e vivo em abundância (alimentação de 2 a 3 vezes ao dia), troca parcial de água (TPA) a cada 2 dias (15%), a RsDiscus indica o uso de Garlic, Vitaminas e Sais* (não utilize nenhum tipo de sal para peixes de couro, como cascudos, botias e corydoras, entre outros). Cerca de 5 a 9 meses estarão juvenis e com tamanho de competição com outros animais adultos do aquário principal.



      GUIA DE ACLIMATAÇÃO VISUAL RSDISCUS AQUÁRIOS:


Tem dúvidas sobre a quantidade de substrato, de peixes, o aquecedor ideal, a vazão do filtro, iluminação, litragem do aquário? Não deixe de aproveitar os Cálculos RsDiscus e sanar estas questões!

Fontes consultadas:

Roberto Sentanin (RS-discus criador profissional de peixes ornamentais e fundador da RsDiscus).

FishBase

Aqua-Fish

Wikipedia

 

Características



Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.